14° Congresso da Sociedade Latino Americana de Biomateriais, Orgãos Artificiais e Engenharia de Tecidos – SLABO
(5ª Edição do Workshop de Biomateriais, Engenharia de Tecidos e Orgãos Artificiais – OBI)
20 a 24 de Agosto de 2017 - Maresias - SP - Brasil

Silvana Vargas da Silva Goissis, Graduação em Farmácia pela Universidade do Sagrado Coração (1988), graduação em Bioquímica Habilitação Em Anállises Clínicas pela Universidade do Sagrado Coração (1989) e doutorado em Ciências (Química Analítica) pela Universidade de São Paulo (2005). Experiência na área de Indústria de Correlatos com ênfase em Boas Práticas de Fabricação (RDC 59/2000): procedimentos operacionais padrões e registros, qualificação de fornecedores, política de qualidade e ISO 9000, como consultora interna; assessoria na elaboração de Relatórios Técnicos para Registro de Produtos junto a ANVISA, preparação de Biomateriais de colágeno do Tipo I polianiônico e hidroxiapatita e matrizes tridimensionais de origem bovina e porcina. Colaboradora em projetos de pesquisa junto a indústria de correlatos (RHAE/PIPE). Coordenadora de Projeto Pipe em indústria de Cosméticos na área de foto protetores com estabilização e formação de Sol Gel com Dióxido de Titânio nano partiulado e colágeno aniônico do tipo I. Desenvolveu modelo de Biomineralização óssea que explica a similaridade do material obtido in vitro com o in vivo. Assessoria no desenvolvimento de materiais para área de Reconstrução Tecidual Veterinária. Acompanhamento de pesquisas e desenvolvimento de novos produtos: biocerâmicas a base de fosfato de cálcio, membranas de colágeno, compósitos hidroxiapatita:colágeno, hidroxiapatita natural derivada de osso bovino. Na indústria, acompanhamento de consultorias: Elaboração de Plano de Negócio, Plano de Marketing, Gestão da Qualidade e Gestão de Projetos. Gestão da Qualidade Total. Núcleo de Desenvolvimento Empresarial. Incubadora de empresas de São Carlos. Empresária atuando na elaboração de projetos de subvenção econômica, verbas para inovação, participação em feiras técnicas nacionais e internacionais, elaboração de site institucional, registro de marca, segredo industrial, até a colocação do produto final no mercado.

 

Experiencia e dificuldades em empreender: de doutor à empresário

Silvana V. S. Goissis

Resumo
Na academia existem muitos projetos inovadores que a população nunca terá acesso. O medo de fazer parte desta estatística e a realização de um sonho, foram a mola propulsora para o início de um pós-doc pratico, o empreendedorismo. Colocar a ideia em prática não segue manual, teses, ISOs ou RDCs. A melhor cartilha é a vivência. A proposta é partilhar algo que deu certo, desde a elaboração do primeiro plano de negócio, passando por todas as dificuldades de constituição de uma empresa. Há a necessidade de levantamento de normas a serem seguidas, montagem da infraestrutura, aquisição de equipamentos e insumos, levantamento de verbas, capital de giro, investidores, transferência de lote de bancada para lote industrial, alvará da prefeitura, prévia de instalação e de operação, laudo técnico de avaliação, licença de vigilância sanitária municipal, alvará de bombeiros, cadastramento na ANVISA, notificação e registro de produtos, implantação de boas práticas de fabricação, elaboração de POPs e registros, contratação de escritório de contabilidade, treinamento de mão de obra, aquisição e validação de equipamentos, incubadora de empresas, levantamento de fornecedores, escolha de embalagem, rotulagem, estabelecimento de fluxo para evitar contaminação cruzada, projetos de subvenção econômica, abertura de conta empresarial, verbas para inovação e sobrevivência, participação em feiras técnicas nacionais e internacionais, elaboração de site institucional, registro de marca, segredo industrial, até a colocação do produto final no mercado. A universidade forma o responsável técnico, mas ainda está muito longe de conseguir prepara-lo para a realidade de mercado. Enfrentar este pós-doc é algo viciante e promove o crescimento pessoal e profissional. Com a crise econômica como parceira, é necessário determinação, imaginação e outros aliados para sobrevivência de uma empresa nacional. A defesa deste pós-doc não tem uma banca de defesa ou uma data de término, ela se renova constantemente. Trilhar esse caminho e vencê-lo, é tão gratificante quanto devolver à população um produto de alta tecnologia que teve também investido, parte dos impostos pagos por ela.

Copyright © 2016-2017 Metallum. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET

Órgãos Artificiais e Biomecânica,Biomateriais,Normatização de Biomateriais,Liberação Controlada de Fármacos e Genes,Engenharia de Tecidos, Testes in vivo e in vitro, Medicina Regenerativa,Biopreservação,Materiais para Odontologia