14° Congresso da Sociedade Latino Americana de Biomateriais, Orgãos Artificiais e Engenharia de Tecidos – SLABO
(5ª Edição do Workshop de Biomateriais, Engenharia de Tecidos e Orgãos Artificiais – OBI)
20 a 24 de Agosto de 2017 - Maresias - SP - Brasil

Rafael Moraes , Graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Pelotas (2004), Mestrado (2007) e Doutorado (2009) em Materiais Dentários pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Universidade Estadual de Campinas. Professor da Faculdade de Odontologia e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UFPel. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2. Atualmente é vice-presidente do Grupo Brasileiro de Materiais Dentários.

 

O ambiente intraoral e os desafios para materiais dentários

Rafael Moraes

Resumo
O ambiente bucal representa meio extremamente desafiador para os materiais utilizados para repor ou reparar tecidos dentários. Umidade, oscilação de temperatura, processos de erosão e abrasão, acúmulo de biofilme e cargas mastigatórias cíclicas fazem com que o desempenho a longo prazo de materiais cerâmicos, metálicos e poliméricos se torne de difícil previsibilidade. Tão difícil quanto prever o que acontece no meio bucal ao longo do tempo é simular em laboratório o envelhecimento que estas estruturas são submetidas no meio bucal. Esta apresentação tem a finalidade de detalhar os processos e desafios enfrentados diariamente por materiais de uso intrabucal, as soluções já testadas para os problemas mais frequentes, e discutir os caminhos futuros para aprimorar a simulação in vitro do meio oral e desempenho de biomateriais artificiais.

Copyright © 2016-2017 Metallum. Todos direitos reservados.
Site produzido por: SITESP.NET

Órgãos Artificiais e Biomecânica,Biomateriais,Normatização de Biomateriais,Liberação Controlada de Fármacos e Genes,Engenharia de Tecidos, Testes in vivo e in vitro, Medicina Regenerativa,Biopreservação,Materiais para Odontologia